Vice-prefeito de Santa Cruz rompe o silêncio e diz se arrepender de fazer parte da gestão Gilvan Sirino

Por - 09/05/2016
Durante o programa Tribuna
do Povo na última sexta-feira (06) na rádio Cultura FM em Santa Cruz, o
vice-prefeito de Santa Cruz, Cilo Henrique, rompeu o silêncio e declarou que
não faz parte da gestão do prefeito Gilvan Sirino, declarando que deixou a
gestão após o primeiro ano do mandato.
Segundo Cilo, quem está
perto do prefeito está com fome e a pé, e tachou o prefeito de perverso,
acrescentando que se arrepende por fazer parte desta gestão: “arrependo-me
demais, eu acho que foi uma das piores coisas que eu já fiz. Ser vice-prefeito
de um gestor que já foi vereador de Santa Cruz e sabe o sofrimento que o
parlamentar passa, saber que sou seu amigo e não me dar oportunidade para
ajudar o povo é um descaso”, desabafou.
O vice-prefeito afirmou
que a Câmara de Vereadores está de braços cruzados, que seu papel é zelar pela
cidade: “a câmara de vereadores está com frio, os parlamentares estão de braços
encruzados, não estão defendendo o voto que a população de Santa Cruz lhes deu,
o papel do vereador é fiscalizar”, acrescentou.
Henrique disse não saber o
que estão fazendo com o dinheiro da prefeitura, pois o que se ver é um hospital
sucateado, atraso salarial dos professores, médicos se demitindo por falta de
pagamento. Para ele, são inúmeras irregularidades que se tem no município.

Para finalizar, o vice
afirmou que se afastou do governo, pois não tinha oportunidades, não tinha
direito a nada. Cilo ainda falou que a gestão atual do município é a pior que
Santa Cruz já teve: “o governo de Gilvan Sirino não ajuda em nada, só
atrapalha”, finalizou.  Do Cariri Filho