Valor de mercado da Petrobras sobe 55,4% na semana até o dia 4

08/03/2016 14h08
O valor de mercado da
Petrobras subiu US$ 11 bilhões, ou 55,4%, na semana encerrada em 4 de março,
para US$ 30,849 bilhões, ante US$ 19,850 bilhões em 26 de fevereiro, de acordo
com levantamento da Economática.
O período em questão foi
marcado por um turbulento noticiário político, com destaque para informações
sobre uma delação premiada do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS) e para a
condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pela Polícia
Federal, na 24ª fase da Operação Lava Jato.
O avanço das investigações
de corrupção alimentou expectativas de mudanças significativas no governo, o
que desencadeou um movimento de compras especulativas, especialmente em papéis
de estatais.
Entre as 1.972 empresas de
capital aberto na América Latina e também nos Estados Unidos, a petroleira
brasileira foi que a registrou o terceiro maior aumento nominal de valor de
mercado em dólares na última semana, segundo a Economática.  A Petrobras perde apenas para o crescimento
da Apple (US$ 33,82 bilhões) e da Berkshire Hathaway (US$ 15,54 bilhões),
revelou grupo de análise de investimentos.
Já a Ambev ocupa a quarta
posição na lista das 20 maiores da América Latina e dos EUA, com valor de
mercado de US$ 80,602 bilhões em 4 de março (+15,36%), enquanto o Itaú Unibanco
surge no sexto lugar, com US$ 45,616 bilhões (+29,34%), Bradesco no oitavo, com
US$ 37,248 bilhões (+35,81%), enquanto a Vale é a 14ª colocada, com US$ 20,379
bilhões (+58,33%). (Fonte: Época Negócios)

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro