Trindade sediará a 2ª conferência municipal de políticas para as mulheres

Por - 16/09/2015
Segundo a Coordenadora da
Mulher Marlene Souza, a proposta é fortalecer a política pública municipal,
estimulando uma visão mais ampla da política estadual e fazendo a ampliação da
federal. “Temos buscado fortalecer a rede de proteção à mulher, combatendo a
violência doméstica, dando a capacitação para que as mulheres saiam do estado
de submissão do marido agressor. Queremos também além do cumprimento da Lei
Maria da Penha, combater a violência psicológica”, destaca.
Uma comissão de divulgação
foi criada com intuito de fortalecer o convite e a exposição do encontro e
também falar sobre a Lei Maria da Penha que completou 09 anos de existência no
dia 07 de agosto. Várias turmas de estudantes receberam esta equipe nas escolas
municipais e estaduais mostrando a importância de ambos e ainda esclarecimentos
de dúvidas com uma temática diferenciada.
Na conferência quatro
eixos serão debatidos, entre eles estão: “Igualdade de direitos e oportunidades
para as mulheres em sua diversidade e especificidades – avanços e desafios”;
“Estruturas institucionais e políticas públicas desenvolvidas para as mulheres
no âmbito municipal, estadual e federal: avanços e desafios”; “Sistema político
com participação das mulheres e igualdade: recomendações”; e “Sistema Nacional
de Políticas para as Mulheres: subsídios e recomendações”.
De acordo com a
programação, será feito o credenciamento às 7h30. A abertura oficial da 2ª
Conferência Municipal de Políticas para Mulheres vai acontecer às 8h e, em
seguida, a leitura e aprovação do regimento interno, para depois haver o
diagnóstico e palestras. Por fim, os grupos de trabalho serão divididos e será
feita a eleição dos delegados, sendo que eles vão representar Trindade na
Conferência Estadual. Serão também expostos em tendas os trabalhos produzidos
pelas mulheres, ligadas as Associações Rurais.

Da Assessoria de Imprensa
– Prefeitura de Trindade