Tião do Gesso e Aluízio Coelho: Duas convenções no mesmo dia

Por - 03/08/2016
Por Everaldo Paixão >>> Na Integra
Estranheza tem causado a
população de Araripina duas convenções no mesmo dia e quase no mesmo horário.
Para os aliados de um lado isso não tem nada a ver e simplesmente faz parte da
democracia, para o outro também não é mera coincidência. Para os especuladores
seria o marco da junção desejada pelo Palácio do Campo das Princesas. Para os
dois pré-candidatos os eventos que acontecem simultaneamente não foi nada
combinado, até porque, cada grupo decidiu com os seus aliados a data de suas
convenções. Nas redes sociais os embates acontecem entre os que preferem o
ainda pré-candidato Aluízio Coelho (PP) e Raimundo Pimentel (PSL) enquanto os
aliados de Tião do Gesso (Solidariedade) fizeram um silêncio momentâneo. A
pergunta mais enfática tem sido sobre quem será o vice de Tião. E se ele vai
sair ou não candidato.
Em um blog da cidade, criado
recentemente, parece que fica mais longe unir os dois postulantes que restaram
da base aliada do palácio, em que, se refere a Coelho como o “NOVO” que ficou
“VELHO” se unindo na contradição do discurso as velhas raposas políticas do
Município. Para completar, uma pesquisa estimulada que colocou Tião do Gesso
apenas na terceira posição e com 10% das intenções de votos longe do segundo
colocado, o médico Aluízio Coelho com 25%, deixou ensandecida a militância do
pré-candidato do Solidariedade.
Para muita gente tudo não
passa de estratégia e que segundo informações quentes que recebemos hoje (02),
na sexta-feira, um dia após a convenção, Tião iria desistir para se juntar ao
grupo de Aluízio Coelho e certamente um acordo ou uma manobra política já tão
ventilada selaria a aliança para a glória do governo. Isso são apenas
hipóteses. Quem sabe o próprio Tião do Gesso não confidenciaria para o editor
deste blog. O desafio está lançado.
Em conversa com um aliado de
Tião do Gesso que vou guardar em reserva, ele garantiu serem apenas boatos e
fofocas, porque ‘Tião não abre’ mão de ser candidato e que agora ele realmente
não é mesmo candidato, porque ainda se mantém como pré-candidato. Que ele segue
apenas as regras preconizadas na lei eleitoral.
Sobre nomes cogitados para a
vice na chapa o informante me enviou quatro possibilidades que estão sendo
discutidos no grupo: o ex-vereador Leonardo Batista, Luiz Braz, *Breno Ramos e
uma médica que pertence a família de políticos que também deixo em reserva. O
nome de Camila Sampaio não foi relacionado e em conversa com o próprio Lula
(pai de Camila), nada ainda estava acertado com ele e a família para onde iria
depois da desistência do médico Valmir Filho.
Sobre a união que o
governador vinha tentando e articulando com os três nomes da sua base aliada
(Tião, Valmir e Aluízio) se haveria a possibilidade de ainda acontecer, ele foi
pragmático em afirma que era sim o desejo de Paulo Câmara, mas algo atualmente
impossível. E quem seria o vice caso isso se confirmasse, foi ainda mais
sucinto, dizendo que pela ocasião Aluízio seria o segundo homem na preferência
do Palácio.
Coisas da Política.
*Informações ainda não
oficiais afirmam que Breno Ramos que estaria na lista de nomes para integrar a
vice n chapa com Tião, pode ou já migrou para o grupo de oposição liderado pelo
pré-candidato do PSL Raimundo Pimentel.
Atualizado em 02/08/2016