Temer diz a Lula que rompimento do PMDB é “irreversível”

28/03/2016 22h17
Tratando de Política – BRASÍLIA  –  O
vice-presidente Michel Temer, dirigente nacional do PMDB, disse ainda no
domingo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que o rompimento do partido
com o governo Dilma Rousseff é “irreversível”, apurou o Valor PRO, serviço de
notícias em tempo real do Valor.
No encontro, ocorrido em
um espaço reservado no Aeroporto de Congonhas, Temer também disse a Lula que o
clima de animosidade no partido foi agravado após a nomeação de Mauro Lopes,
deputado federal por Minas Gerais, para a Secretaria de Aviação Civil.

A iniciativa da presidente
contrariou proibição interna do PMDB de novas adesões de filiados ao governo
até que o partido se decida em definitivo sobre a permanência no governo ou o
abandono da condição de maior partido aliado do governo federal petista. Continuelendo aqui

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro