TCE-PE julga gestão fiscal irregular em Verdejante, PE

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) julgou irregular na quinta-feira (10) a gestão fiscal da prefeitura de Verdejante (no Sertão Central), relativas ao exercício de 2018.

A relatoria dos processos (1940002-0 e 1923966-0) foi do conselheiro Carlos Neves. De acordo com TCE-PE, foi analisada a transparência pública do município com foco na gestão fiscal.

Pela falta de transparência, além do julgamento pela irregularidade, o prefeito Haroldo Silva Tavares foi punido com multa no valor de R$ 8.383,50 equivalente a 10% do limite atualizado até o mês de setembro/2019. Cabe recurso.

Com informações do Blog do Carlos Britto