Senador petista que defende controle da mídia, recebeu R$ 14 milhões de propina do Petrolão, diz jornal

Por - 30/04/2016

O vídeo divulgado pelo
jornal O Estado de S. Paulo, mostra Alberto Ferreira, gerente aposentado da
Petrobras, afirmando que assinou cheques no total de R$ 14 milhões para a
campanha de Humberto Costa, atual Senador 
pelo PT de Pernambuco, que na ocasião era candidato ao governo de
Pernambuco.

Segundo informado pelo
jornal, os cheques foram emitidos nos nomes das construtoras Schahin e
Odebrecht e tinham como destino a campanha de Humberto Costa.
Humberto Costa falou
através de sua assessoria sobre o fato e negou qualquer envolvimento com
Alberto Ferreira.  Sobre o vídeo, o
senador já entrou com uma ação judicial para que ele seja retirado da internet.