Roubo de boi de estimação para fazer churrasco vai parar na delegacia no Acre

Um boi furtado de dentro da propriedade do Pastor Raimundo de Oliveira deu o que falar nesta quinta-feira (13). O caso foi parar na delegacia de Cruzeiro do Sul, no Acre, após o religioso acionar a polícia e acusar dois vizinhos do furto, conforme apurou o portal G1.

O pastor contou que sentia um carinho especial pelo animal e o tratava como animal de estimação, inclusive o boi era chamado de Laranjinha.

“Toda tarde eu trocava ele de lugar e colocava água. Até que hoje de manhã [quinta,13] fui fazer um serviço e não o vi. Rodei o campo vizinho e não achei. Até que peguei a trilha e vi que tinham arrombado a cerca. Dava uns 200 metros da minha casa até onde o boi foi morto”, conta.

Após o dono do animal chamar a polícia e registrar o furto, dois vizinhos de Oliveira foram levados à delegacia. Os policiais conseguiram identificar os autores do furto e recuperar parte da carne.

“A PM foi acionada na BR-364 para atender o furto de um boi, conseguiu colher informações e identificar os autores. Foram presos dois indivíduos e recuperada parte da carne. O furto seria para fazer um churrasco”, conta o tenente Robson Belo, da PM.

Mesmo depois do caso resolvido pela polícia, o pastor disse que pretende retirar a queixa, desde que ele seja ressarcido no valor de R$ 3 mil.

“Não tenho nada contra a família, pedi para retirar queixa contra a família e disse que eles seguissem e me pagassem, sempre prego para eles, vão ao culto, sempre vão à igreja. A carne está na delegacia, mas eu prefiro que me devolvam o valor do boi, porque nem tenho como levar toda essa carne”, finaliza.

Revista Isto É / Foto: Divulgação