Uma mulher de 31 anos cometeu suicídio por meio de enforcamento na tarde desta terça-feira 21 de julho de 2020, no Sítio Mundaú, na zona rural, de Garanhuns, no Agreste.

De acordo com as informações, a vítima foi identificada como sendo Denise de Góis Marques, “Psicóloga”. Denise foi encontrada pelo caseiro pendurada por uma corda em um pé de árvore, no quintal da residência. 

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima estava bem trajada, e sua bolsa estava ao lado do corpo contendo seus documentos pessoais, e uma pequena quantia em dinheiro. De acordo com informações preliminares, de um tio da vítima que compareceu ao local, ele informou aos policiais que a vítima estava passando por dificuldades no casamento,  com trâmite de divórcio. 

Denise trabalhava na prefeitura municipal da cidade de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. O local foi periciado por uma equipe do Instituto de Criminalística, (IC) e em seguida foi encaminhado para o (IML) de Caruaru.