AUXILIO EMERGENCIAL ARARIPINA EM FOCO
AUXILIO EMERGENCIAL ARARIPINA EM FOCO


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (27) que o governo poderá prorrogar o Auxílio Emergencial 2021 caso o ritmo da vacinação não evolua como o esperado. De acordo com o ministro, a extensão do benefício depende da situação da pandemia no país e da retomada da economia.

Segundo Guedes, caso o governo consiga vacinar 70% da população e imunizar 100% dos idosos uma prorrogação do auxílio emergencial não será considerada necessária. “O auxílio emergencial é uma arma que nós temos e que pode, sim, ser renovado. Se, ao contrário do que esperamos, a doença continuar fustigando, as mortes continuam elevadas, a vacina por alguma razão não está chegando, tem que renovar”, disse o ministro da Economia.

Há alguns dias nós informamos aqui que a equipe técnica do governo federal iniciou os estudos para uma nova prorrogação do Auxílio Emergencial 2021. Segundo apurou o jornal Estadão, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) está sendo preparada para estender o pagamento do benefício por mais tempo. Inicialmente, a volta do Auxílio Emergencial foi aprovada com teto de gastos de R$ 44 bilhões que serão usados para custear quatro parcelas de R$ 150 a R$ 375 entre abril e julho deste ano.

De acordo com o Estadão, uma nova prorrogação vai garantir assistência às famílias em situação de vulnerabilidade que ainda são muito afetadas pela pandemia da Covid-19 e também ganhar algum tempo para que o governo tire do papel um novo projeto para o Bolsa Família.

A reformulação do programa deve ser lançada até dezembro deste ano obrigatoriamente, visto que a lei veda a adoção desse tipo de medida em ano de eleições. Ainda não há informações de quantas parcelas a mais o governo deverá pagar nesta prorrogação.

FONTE: ACHE CONCURSOS E ESTADÃO