A candidata a vereadora pelo PP de Araripina Cybele Arraes recebeu hoje (14), a decisão judicial impugnando a sua candidatura por constar na lista dos fichas-sujas divulgada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE).
Cybele, ex-secretária de Educação do município na gestão do ex-prefeito Alexandre Arraes (PSB), teve suas contas rejeitadas “por irregularidades na ausência de repasse integral ao INSS e ArariPrev das contribuições previdenciárias dos servidores e da patronal da Secretaria de Educação de Araripina, objeto do Processo TCE-PE nº 01480133-4”, destacou o juiz na sentença de impugnação do registro de candidatura. O Ministério Público Eleitoral também manifestou-se pela impugnação e pelo indeferimento.

Professora Cybele é ficha-suja pela “ausência de repasse integral à conta do INSS dos valores devidos de R$ 105.641,93, referentes à contribuição dos servidores, e de R$ 376.603,61, referentes às contribuições patronais da Secretaria de Educação” além de “ausência de repasse integral à conta do RPPS (ARARIPREV) dos valores devidos de R$ 580.722,29, referentes às contribuições dos servidores, e de R$ 2.128.145,00, referentes às contribuições patronais da Secretaria de Educação”, afirma o juiz eleitoral de Araripina. E completa “Merece destaque o montante que deixou de ser repassado aos órgãos que garantirão a aposentadoria dos servidores da Secretaria de Educação deste Município, mais de R$ 3.000.000,00, o que se mostra muito grave.”

Ela pleiteava uma vaga na Câmara de Vereadores de Araripina tendo o apoio do candidato a prefeito Tião do Gesso (SD), do ex-prefeito Alexandre Arraes e da deputada estadual Roberta Arraes (PP).