Prefeitura inicia novo ciclo de combate às muriçocas em Araripina

A Prefeitura de Araripina por meio da Secretaria Municipal de Saúde iniciou esta semana um intenso trabalho de combate às muriçocas no município. A ação é feita nas seguintes etapas: limpeza e aplicação de manipueira nos canais, aplicação do composto de óleo de nim com hidrato de citronela e, por último, o fumacê nas ruas.

“Araripina é cortada por dois riachos que eram nascentes de água corrente, mas há tempos viraram esgotos a céu aberto e isso ajuda na proliferação das muriçocas. Fizemos esse mesmo trabalho no início deste ano e tivemos um resultado muito bom, mas com o período de chuvas que passamos qualquer recipiente que venha armazenar água é o local propício para a postura dos ovos. E cada fêmea pode colocar até 1.000 ovos”, disse professor Milton – responsável pelo trabalho – especialista em Biologia e Microbiologia.

“Além do combate às muriçocas, a prefeitura tem trabalhado para manter o controle das arboviroses. É importante que a população elimine os focos do Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya”, explicou Roberta Falcão, secretária municipal de Saúde.

É importante manter bem tampados caixas d’água, jarras, cisternas, poços ou qualquer outro reservatório de água; mantenha as lixeiras tampadas e secas; coloque no lixo todo objeto que possa acumular água. O lixo deve ser colocado em sacos plásticos bem fechados; lave os bebedouros de animais com uma bucha pelo menos uma vez por semana e troque a água todos os dias; cubra e guarde os pneus em locais secos, protegidos das chuvas; guarde as garrafas secas de cabeça para baixo e não deixe no quintal objetos que acumulem água; encha os pratinhos de plantas com areia; retire a água acumulada sobre a laje; mantenha as calhas d’água limpas.

SECOM/Fotos: Bruno Rostand