Alguns prefeitos de cidades Pernambucanas aproveitaram a tradição Católica da Semana Santa para fazer doações de cestas básicas e de peixe à famílias carentes que residem nas periferias dessas cidade. Já é tradição nos municípios fazer essas ações que são recomendadas pela Igreja e fazem parte do cronograma anual de algumas prefeitas.

Em Casinhas no Agreste, a prefeita Juliana Chaparral (Democratas) acompanhou de perto a doação de 10 mil quilos de pescado do tipo Corvina. Foram estabelecidos seis roteiros de distribuição em pontos de entrega pelas comunidades rurais do município. No Centro da cidade, a entrega foi feita na Diretoria Municipal de Obras e Infraestrutura.

A Prefeitura de Cabo de Santo Agostinho entregou 400 cestas básicas para moradores de Comunidades Quilombolas e também para vendedores de alimentos da orla das praias e bugueiros. As entregas foram realizadas pela Secretária de Programas Sociais.

O prefeito de Orobó Biu Abreu distribuiu cerca de 14 toneladas de peixes com apoio de seu vice Lúcio Silva atendendo cerca de cem famílias em todas as comunidades do município. Segundo a administração, este ano foi superado o número de famílias beneficiadas com a distribuição do pescado.

Em Barra de Guabiraba, foram entregues 5.4 mil toneladas de pescados a mais de 3.200 famílias, sendo priorizadas as famílias carentes cadastradas previamente para receberem o produto em suas casas.

Em Jurema no Agreste, O prefeito Branco de Geraldo, acompanhado da família e das equipes da prefeitura, fez questão de entregar pessoalmente alguns peixes para alguns moradores e destacou que a entrega do peixe, como alimento tradicional na Semana Santa, não pode deixar de ser feita, mesmo com a pandemia. “Desde que assumimos a gestão, estamos sempre buscando novas formas de ajudar os juremenses e sabemos o quanto muitas famílias precisam disso nesse momento. Estamos fazendo tudo de forma organizada, para evitar aglomerações, e sempre seguindo as recomendações sanitárias de higiene e de proteção da população. Vamos garantir o peixe nas mesas de muitas famílias nesta semana santa”, afirmou o prefeito. De acordo com a gestão foram investidos R$ 65.000 mil reais na compra desses peixes.

Além dessas cidades citadas, outras prefeituras realizaram essa ação social que é muito importante para as famílias carentes que sofreram muito com a perca de renda devido a escassez de trabalho e a pandemia do coronavírus que atingiu todo o pais e inclusive o estado de Pernambuco.

Redação Araripina em Foco / Imagem: Reprodução