Prefeito de Cedro pode ser cassado e ficar inelegível

Por - 30/04/2016
Josenildo Leite (PSB),
prefeito de Cedro-PE está sendo julgado pela prática de abuso de poder de
autoridade.  O processo n° 21372 foi dado
continuidade após o Tribunal Regional Eleitoral – TRE, em Recife conceder, por
unanimidade de votos, provimento ao recurso eleitoral, sob a alegação de
prática de abuso de poder político e econômico por parte do prefeito que,
segundo as provas presentes aos autos, demonstraram redução de salários de
alguns servidores, inclusive professores após as eleições de 2012, como forma
de punir aqueles que manifestaram apoio aos candidatos da oposição e por não
ter tido a esperada maioria de votos no pleito.
O processo foi apresentado
em dezembro de 2012, pela Coligação, formada pelos partidos da oposição,
ocasião em que o Juiz da Comarca de Serrita na época, Dr. Murilo Borges negou
prosseguimento do caso. A oposição não satisfeita com a decisão entrou com
recurso junto ao TRE – Recife, o qual acatou o recurso, determinando a
continuação do processo.
Desta decisão, o Prefeito
de Cedro recorreu da decisão, para o Superior Tribunal Eleitoral – TSE, lá
também não conseguiu êxito. O TSE, em Brasília manteve a decisão de Recife, que
determinou o julgamento do processo na Comarca de Serrita, enviando novamente
os autos para que o atual Juiz da Comarca de Serrita,  Dr. Vallerie Maia prossiga o julgamento, que
já realizou uma audiência na última quarta-feira (27), ocasião em que ouviu as
partes e em breve decidirá sobre o caso.
Se condenado, o Prefeito
de Cedro perderá seu mandato e ficará inelegível pelos próximos anos, caindo
por terra seus planos de tornar-se deputado estadual, cargo que ele próprio já
anunciou que deseja concorrer em 2018.

Direto de Cedro/PE