Polícia prende em flagrante quatro pessoas acusadas envolvimento em assassinato de pedreiro em Salgueiro, PE

17/03/2016 14h29
Foi desvendado o mistério
do cadáver localizado ontem (16) no Loteamento Monte Alegre, no município de
Salgueiro. Segundo informações das polícias Civil e Militar, trata-se de um
crime passional com envolvimento de quatro pessoas, sendo um casal de Salgueiro
e dois matadores de aluguel do município de Cabrobó. De acordo com a Polícia
Militar, o pedreiro Joelson Bezerra da Silva, 41 anos, mantinha um caso com uma
mulher casada e por esse motivo teria sido assassinado.
A Polícia Civil colheu
informações e chegou ao casal Maria Inês da Silva, 35 anos, e Luiz Gonçalves da
Silva, de 36 anos, acusados de serem os mandantes do homicídio. Em depoimento
na Delegacia de Polícia Civil, o casal confessou que contratou as pessoas de
Gregório Profírio Neto, 52 anos, e Cícero Batista de Brito, 34 anos, para
executarem Joelson, conhecido popularmente como “Baca”, residente no Planalto.
Após colherem o depoimento
do casal, os policiais se deslocaram a Cabrobó, onde com apoio de policiais
civis daquele município, conseguiram prender os executores do crime. Gregório
confessou que procurou o pedreiro na última segunda-feira (14) com a desculpa
de que precisaria construir uma casa e necessitaria dos serviços dele. Ficou
combinado que na manhã seguinte começariam os trabalhos e Gregório iria à casa
da vítima para mostrar a localização do terreno.

Os dois seguiram no Fiat
Uno de Joelson para o local, onde Cícero já os aguardava. O algoz aproveitou um
momento em que a vítima se agachou para demarcar o terreno e desferiu um golpe
com o cabo de uma enxada. Em seguida Cícero desferiu mais golpes com um pedaço
de madeira, matando a vítima no local. Após consumarem o homicídio, Gregório e
Cícero esconderam o corpo do pedreiro, cobrindo-o com pedaços de madeirite e
mato. l Fonte Alvinho Patriota l Fotos Giro Notícias l

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro