PE: Em briga de casal, mulher é esfaqueada no pescoço por ex-vereador, que confessa crime e não é preso

Por - 21/07/2021

Uma mulher foi esfaqueada no pescoço pelo companheiro, durante uma briga de casal, ontem terça (20/07), em Lagoa do Carro, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, distante 60 quilômetros do Recife. A vítima é uma candidata a vereadora não eleita. O autor foi identificado como ex-vereador da cidade.

Segundo a polícia, o crime ocorreu após um “desentendimento do casal”. A vítima, Juliana Maria da Silva, de 33 anos, foi atendida em uma unidade de saúde da região e, em seguida, transferida para um hospital no Grande Recife.

O autor do crime, o ex-vereador José Cavalcante Melo, o Dedé da Água, de 57 anos, se apresentou à delegacia, com dois advogados.

A polícia disse que ele confessou a tentativa de assassinato, mas não foi preso porque não possível configurar o flagrante.

Juliana da Silva, conhecida como July Zumba, tentou a eleição para a Câmara de Vereadores de Lagoa do Carro, pelo PSC, em 2020. Dedé da Água foi parlamentar na cidade e se elegeu em 2016, pelo PTN.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que está tratando o caso como tentativa de feminicídio, quando o crime é praticado por uma questão de gênero.

Ainda segundo a corporação, o autor do crime alegou que teve um desentendimento com a vítima. Durante a discussão, ele confessou que desferiu um golpe de arma branca na companheira.

Na Delegacia de Lagoa do Carro, o delegado Thiago Henrique interrogou o suspeito. A equipe da polícia também apreendeu a faca usada no crime.

“Foi instaurado o procedimento policial, mediante a expedição de portaria, tendo em vista apresentação espontânea do autor do delito, o que inviabiliza a lavratura do auto de prisão em flagrante”, informou a polícia, no comunicado.

Também por meio de nota, a Polícia Militar informou que foi acionada por volta do meio-dia desta terça. A equipe recebeu a informação de que a mulher tinha dado entrada no hospital local com ferimento produzido por faca peixeira.

O G1 entrou em contato com os advogados Antônio José de Souza e Brendom Cezar Mota, que acompanharam o autor do crime até a delegacia, mas não conseguiu contato com eles, até a última atualização desta reportagem.

Estatísticas

No primeiro semestre de 2021, Pernambuco registrou 1.680 homicídios. Segundo o governo, isso significa uma redução de 14,4%, em relação ao mesmo período de 2020, quando foram notificados 1.963 crimes contra a vida.

Ainda segundo a SDS, a violência contra a mulher teve queda de 6,44%, em junho deste ano, com 2.890 queixas. No mesmo período do ano passado, foram registrados 3.089 casos No acumulado dos seis primeiros meses deste ano, houve aumento de 0,97%.

A estatística saiu de 19.764 para 19.955, uma diferença de 191 casos, na comparação com o mesmo período de 2020.

Ao todo, os homicídios contra a mulher, com motivações diversas, aumentaram 14,3%: passaram de 112, em 2020, para 128, em 2021. Neste período, o número de feminicídios passou de 34, em 2020, para 52, em 2021.

(Fonte: G1 PE)