A chamada profecia do dia ’30 de março de 2021′ está assustando pessoas no Brasil, e em algumas partes do mundo, em tempos de pandemia e muitas notícias ruins, com pessoas “presas em casa”, surge mais uma daquelas de causar arrepios.
Tudo começou quando o pastor Ezequias Silva, da Igreja Assembleia de Deus Belém do Pará na Penha, em São Paulo, disse ter tido uma ‘revelação divina’, ele atesta que viu o ‘anjo da morte’ ceifando as vidas das pessoas que saíssem de suas casas no dia 30 de março.

Na gravação o religioso recomenda jejum nos dias 29 e 30 de março, e atesta que muitos vão morrer de forma inexplicável. Numa gravação no Instagram o religioso convoca pastores a orar por São Paulo e diz ver uma nuvem negra durante a madrugada do dia citado na profecia.


A previsão catastrófica, de acordo com as informações de Silva, se confirmará em todo o mundo.

Discordância.

O pastor Renato Vargens da Igreja Cristã da Aliança em Niterói (RJ), discorda de profeta e diz que as afirmações estão causando pânico em muitas pessoas.
– Essa profecia trouxe pânico a muita gente. A pergunta é: será que procede isso? Será que Deus agiria através de um anjo da morte que viria para trazer juízo sobre a humanidade, de uma forma significativa, no dia 30 de março? Você não deve dar ouvidos aos profetas da tragédia e tampouco àqueles que tentam de alguma forma atemorizar as pessoas. Nós devemos ser guiados pelas Escrituras. A palavra de Deus é lâmpada para os nossos pés e ela tem nos dito o entendimento daquilo que aconteceria nos últimos dias.
Vargens finalizou dizendo: “– Não dê ouvidos a profetas da tragédia. Dê ouvidos à Palavra de Deus. Conheça e estude as Escrituras. (…) O meu conselho diante desse cataclisma profetizado é que você não dê ouvidos. As Escrituras nos bastam.”

Redação Araripina em Foco / Imagem: Reprodução