InícioAraripina em FocoOs inimigos de Lula e milhões de Silva

Os inimigos de Lula e milhões de Silva

“Não parece razoável
o que estão fazendo com o Lula”. A frase do tucano Luís Carlos
Bresser-Pereira poderia ser o sinal da tão esperada distensão política, mas não
é por um único motivo: Lula não é adversário, é inimigo. Ao adversário se
estende a mão, reconhece-se a sua dignidade humana e se respeita as regras do
jogo. Lula nunca foi aceito. Desde o primeiro dia do primeiro mandato, Lula tem
sido submetido a um ataque sistemático. A Folha de S. Paulo investigou uma tal
propensão genética da família Silva ao álcool, a Revista Veja já celebrou o
‘câncer do presidente’ e o Globo já apresentou Lula como presidiário em suas
charges. Tudo isso sem falar na violência sanitarizada dos telejornais da Globo
com seus apresentadores cinicamente consternados com a corrupção no país,
enquanto a empresa segue mergulhada em fraudes fiscais. Na ausência absoluta de
padrões éticos jornalísticos, nos resta perguntar se a raiva irracional de
William Waack contra Lula, Hugo Chavez e Cristina Kirchner, por exemplo, não
seria o caso de tratamento psiquiátrico.

No fundo no fundo, até os incendiários
Aécio Neves e Carlos Sampaio sabem que “não é razoável” como a
imprensa trata o ex-presidente Lula. Mas Lula da Silva foi longe demais em sua
loucura política de desafiar o establishment; e olhe que, para aqueles de nós
frustrados com o PT, Lula fez muitas concessões e perdeu a oportunidade de
fazer as mudanças radicais que o Brasil tanto precisa; entre elas, a urgente e
cara ley dos médios, a reforma agrária, e a justiça tributária. Inútil chorar o
leite derramado aqui porque segue derramando. O governo Dilma Rousseff segue
implacável no mesmo script com o agravante de que em sua tecnicidade Dilma nega
a política, se afasta do povo e afasta de vez a esperança na tão sonhada virada
de mesa do primeiro governo, do segundo, do terceiro, do quarto. Leia Mais aqui
RELACIONADOS