O Detran-PE avisa: prazo limite para circular com o Certificado de Registro e Licenciamento Veicular 2014 termina nesta sexta-feira(31)

Por - 28/07/2015
A Secretaria Estadual das
Cidades (SECID), por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco, o
DETRAN-PE, alerta que está chegado ao fim o prazo de validade do documento do
veículo do ano passado, conhecido oficialmente como Certificado de Registro e
Licenciamento Veicular ou CRLV. Para os veículos com placa terminada nos
algarismos 1, 2, 3 e 4, só será possível circular com o CRLV de 2014 até 31 de
julho. No caso das demais terminações, o fim da validade será no final dos
meses de agosto e setembro.
Terminações
Prazo limite para circular
com CRLV 2014
1, 2, 3 e 4
até 31/07/2015
5, 6 e 7
até 31/08/2015
8, 9 e 0
até 30/09/2015
Se o proprietário do
veículo não recebeu o CRLV 2015 até 30 dias depois de ter pago todas as taxas
que compõem o Licenciamento – a exemplo do IPVA, taxas, multas de trânsito e
seguro obrigatório (DPVAT) –  será necessário
procurar a unidade do DETRAN mais próxima para dar entrada no CRLV 2015,
levando o original e cópia da Identidade (RG), CPF, além de comprovante de
endereço atualizado. Só o proprietário registrado ou seu procurador legal podem
receber o CRLV do veículo.
Fiscalização – Nenhum
agente de trânsito, em Pernambuco, pode multar condutores que ainda estejam com
o CRLV dentro do prazo de validade. Caso isso aconteça, o cidadão deverá
denunciar a situação junto à Ouvidoria do Órgão ao qual pertencer o agente
autuador.  A Ouvidoria do DETRAN funciona,
de segunda a sexta, das 07h45 às 16h30. A reclamação pode ser feita por meio de
preenchimento de formulário eletrônico disponível no site do DETRAN-PE
(www.detran.pe.gov.br) ou pelos telefones: (81) 3184-8249 ou 3184-8405.

O documento do veículo, é
de porte obrigatório. Circular com o CRLV fora do prazo de validade é infração
gravíssima, cuja multa é de R$ 191,54. Esta infração gera sete pontos na
Carteira Nacional de Habilitação (CNH).O veículo ficará retido até a
apresentação do CRLV 2015.