NEYMAR 1 ARARIPINA EM FOCO
NEYMAR 1 ARARIPINA EM FOCO


Após a Nike revelar que rompeu o contrato com Neymar Jr. por ele se negar a cooperar com uma investigação sobre um suposto abuso sexual cometido por ele, o jogador se defendeu das acusações e afirmou que irá esclarecer em breve como se deu o fim da parceria. “Continuarei a estampar no meu peito uma marca que me traiu”, lamentou.

O jogador usou as redes sociais para dar sua versão da história. “Não me deram a oportunidade de saber quem é essa essa pessoa que se sentiu ofendida, eu nem a conheço. Não tive sequer oportunidade de conversar, saber os reais motivos da sua dor”, declarou ele. “Essa funcionária não foi protegida. Eu, um atleta patrocinado, não fui protegido Eu, um atleta patrocinado, não fui protegido. Até quando?”, questionou.

O atleta já havia negado as alegações de abuso sexual contra uma funcionária da Nike por meio de sua equipe, que comparou o caso às acusações de estupro feitas por Najila Trindade em 2019, das quais ele foi inocentado. A assessoria de Neymar, inclusive, questionou a demora da denúncia da vítima, já que o suposto assédio teria acontecido em 2016. “Neymar, ao longo desses cinco anos, nunca foi diretamente acusado e processado pela funcionária da Nike”, diz a defesa. A equipe do jogador ainda acusou Hilary Krane, conselheira geral da empresa, de fazer declarações –que classificou como inverdades– de forma indevida e irresponsável. 

O atleta desabafou no seu instagram “Os fatos podem ser distorcidos porque as pessoas os enxergam de ângulos diferentes. Não temos como negar que a vida é assim. Faz parte! Até entendo quando alguém faz uma crítica sobre minhas condutas, minha forma de jogar e de viver a vida. Somos diferentes!

Eu realmente não entendo como uma empresa séria pode distorcer uma relação comercial que está apoiada em documentos. As palavras escritas não podem ser modificadas. Elas sim são muito claras.Não deixam dúvidas!Desde os meus 13 anos, quando assinei meu primeiro contrato, sempre fui alertado: não fale sobre os seus contratos! Contratos são sigilosos!Contrariar essa regra e afirmar que o meu contrato foi encerrado porque não contribuí de boa-fé com uma investigação isso é absurdo, mentiroso. Mais uma vez sou advertido que não posso comentar em público. Indignado vou obedecer!…”

FONTE: NOTÍCIAS DA TV