Mulher baleada cinco vezes beija atirador na boca durante julgamento

Micheli Schlosser, 25 anos, vítima de uma tentativa de feminicídio praticada em agosto de 2019, pediu autorização ao juiz durante a sessão de julgamento que ocorreu nesta terça-feira (28/01), em Venâncio Aires(RS), e abraçou e beijou o réu, Lisandro Rafael Posselt, de 28 anos.

O réu, que era namorado de Micheli na época do crime e atualmente cumpre prisão na Penitenciária Estadual de Venâncio Aires, é apontado com o autor dos cinco tiros contra ela.

Ao plenário, composto por cinco homens e duas mulheres, Micheli disse que tudo aconteceu porque ela provocou o namorado. “Ele nunca tinha me agredido, sempre foi muito bom para mim e já pagou pelo erro dele”, mencionou.

O réu pediu uma nova chance aos jurados e referiu que não quer voltar para a cadeia’. Sua defesa citou que a vítima é a mais interessada no julgamento e ela já perdoou o réu.

Denunciado por tentativa de feminicídio, Lisandro Rafael Posselt, 28 anos, foi condenado a 7 anos em regime semiaberto. São cinco anos pela tentativa de feminicídio e mais dois pelo porte ilegal de arma.

O homem recebeu o direito de apelar em liberdade, desta forma, não retorna à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva) onde estava recolhido desde agosto do ano passado.

As informações são do Jornal Folha do Mate, que acompanhou a sessão.