Moro marca depoimentos de Mantega, Palocci e Edinho como testemunhas de Odebrecht

Por - 17/06/2016
O juiz federal Sergio
Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, marcou os
depoimentos dos ex-ministros Guido Mantega, Antonio Palocci e Edinho Silva como
testemunhas do empreiteiro Marcelo Odebrecht. O magistrado encaminhou no início
da tarde desta sexta-feira um ofício à 2ª Vara Federal de São Paulo pedindo
para que Mantega, Palocci e Edinho sejam intimados a depor no dia 22 de julho
às 9h na capital paulista. A ação penal da Lava Jato em que os ex-ministros
foram arrolados como testemunhas tem o empreiteiro entre os réus por associação
criminosa e lavagem de dinheiro, acusado de comandar um departamento na
Odebrecht destinado ao pagamento de propina.

Além dos ex-ministros dos
governos do Partido dos Trabalhadores, Marcelo Odebrecht arrolou outras 11
pessoas como testemunhas, entre as quais a presidente afastada Dilma Rousseff.
No início desta semana, Moro consultou Dilma sobre o modo como ela prefere depor.
“Consulto Vossa Excelência acerca da possibilidade de prestar depoimento
presencial perante este Juízo ou por videoconferência com a Justiça Federal de
Brasília, ou ainda se prefere fazê-lo por escrito”, escreveu o juiz
federal. (João Pedroso de Campos, de São Paulo).