O prefeito Miguel Coelho acabou de anunciar, em seu Instagram, medidas mais duras de combate ao novo coronavírus (Covid-19) em Petrolina. A decisão foi motivada para evitar um colapso na saúde pública, já que a taxa de ocupação de leitos de UTI e os casos positivos da doença aumentaram significativamente nos últimos dias, além do número de óbitos – que triplicaram em um mês.

Por esta razão o gestor determinou o fechamento do comércio, feiras livres e de equipamentos públicos como o Parque Municipal Josepha Coelho e a Porta do Rio. Apenas serviços essenciais continuarão mantidos. A medida entra em vigor a partir da próxima segunda-feira (13) e será válida por 15 dias, até nova análise. A fiscalização também deverá ser rígida para garantir o cumprimento das medidas.

Em seu pronunciamento, Miguel se solidarizou com as famílias das vítimas da Covid-19, ressaltando que só não faltaram leitos ainda pelo “bom planejamento em equipe” da administração. A decisão tomada hoje, segundo o prefeito, é para “evitar mais sofrimentos” que seriam causados por uma iminente falta de vagas nas UTIs para quem precisa de tratamento contra a doença.

Miguel revelou ainda ter conversado com o governador Paulo Câmara, que já sinalizou o apoio da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) nesse trabalho da prefeitura para conter o avanço da Covid-19. O prefeito deixou claro também que, nem ele e nem o governador, estão “fazendo política” nesse momento, mas somando forças contra a pandemia.

Blog do Carlos Britto