Menor morto no CEM deixa carta para mãe pedindo perdão pelo que fez

Por - 23/07/2015
O adolescente Gleison Vieira
da Silva, 17 anos, condenado por ter participado do estupro contra 4
adolescentes em Castelo do Piauí, escreveu uma carta para sua mãe, Elizabeth,
dois dias antes de ser morto pelos seus comparsas dento da cela do CEM (Centro
Educacional Masculino), em Teresina.
No texto da carta, o menor
pede à mãe que ela o perdoe pelo que ele fez, agradece pelo seu amor e diz que
não vai esquecê-la e ao final ao encerrar pede que ela fique com Deus.
Carta transcrita:
Mãe eu sinto muito a sua
falta, eu quero que você mim perdoe pelo que fiz. Eu sei que Deus mim perdoa,
agora eu quero o seu perdão.
Desculpa mãe eu não ter sido
o filho que você sempre quis, mais eu quero que você saiba que você nunca vai
sair da minha mente, nem do meu coração.
Mãe eu só peço que você
lembre que tem um filho que te ama muito, eu sei que nunca recompensei tudo o
que fez por mim, e que continua fazendo, obrigado por ser uma mãe tão boa, eu
agradeço a Deus por ter você comigo. Eu nunca vou esquecer-me de você nem da
minha Vovó, nem do meu padrasto.
Fica com Deus que aqui eu
vou ficar com ele.

Carta na íntegra escrita por
Gleison: