InícioAraripina em FocoMédicos do Hospital Regional Fernando Bezerra Coelho em Ouricuri, é alvo de...

Médicos do Hospital Regional Fernando Bezerra Coelho em Ouricuri, é alvo de descaso do governo Paulo Câmara

Falta de compromisso do
Governo do Estado com a saúde do Araripe, deixa médicos com salários em atraso.
O descaso da Secretaria de
Saúde de Pernambuco que vem atrasando os salários dos profissionais prejudica o
que já é carente na região.
Os médicos reclamam que
atendem toda a região do Araripe, e em muitos casos com um diagnóstico que
poderia ser feito nos municípios, mas que são encaminhados para o hospital. O
atendimento no HR é superlotado e na maioria das vezes impede um acolhimento
mais qualificado por conta da falta de estrutura do hospital, o que causa
constrangimento e angústia nos profissionais que enfrentam todos os dias esse
problema, e agora são afrontados também com o atraso de salário.
“O dia a dia do HR não é
fácil, muitas vezes é obrigado deixar os pacientes jogados em macas ou mesmo
aguardando horas para ser atendido nos corredores, e agora, como se não
bastasse, ainda temos que enfrentar o desrespeito quanto aos repasses dos
nossos salários”, reclama indignado um dos médicos do hospital.
A falta de compromisso da
Secretaria de Saúde do estado, que segundo a santa casa, está atrasando os
repasses para o pagamento em dia dos médicos, vem fazendo com que se inicie uma
briga da classe junto a Secretaria de Saúde por falta de respeito a uma profissão
que é essencial à população. Hoje, o Hospital Regional atende a demanda de
grande complexidade de 11 municípios do Araripe.
O pagamento dos médicos é
feito através da Santa Casa que segundo fontes, muitas vezes precisa recorrer a
empréstimos para pagar aos profissionais em dia. A Santa Casa trabalha com
déficit mensal, mesmo com o aumento considerável do número de atendimento e até
mesmo da complexidade dos diagnósticos. Por este motivo, o Movimento Médico por
um Hospital Regional Fernando Bezerra melhor para todos, deverá enfrentar uma
briga em respeito aos profissionais e a toda Região do Araripe. (Fonte: Lusimar Lima)
RELACIONADOS