Marília Arraes se manifesta sobre primo João Campos e diz que Pernambuco agora tem sua “própria Família Real”

18/02/2016 18h23
Com alarde, pelas redes
antissociais, a vereadora Marília Arraes (PSB) se manifestou sobre a nomeação
do primo, João Campos, como chefe de gabinete do governador Paulo Câmara (PSB).
“Agora é oficial!
Pernambuco tem sua própria Família Real. Ou seria a reedição do clã Kennedy no
nosso Estado?”, ironizou a vereadora.

Apesar de ser do mesmo
partido do governador, Marília Arraes está rompida com o PSB desde que não teve
seu nome viabilizado para se candidatar à deputada federal em 2014, na
pré-campanha.
A vereadora queria que o
primo Eduardo Campos (PSB) lhe transferisse uma parte do chamado “espólio”
eleitoral de Ana Arraes, sua tia, que foi a deputada mais votada em 2010. Ana
Arraes não seria candidata à reeleição, pois assumiu uma vaga de ministra do
TCU.
Logo depois de ter de
desistir da candidatura em 2014, Marília Arraes surpreendeu o mundo político ao
anunciar, em coletiva de imprensa, apoio a Dilma (PT), para presidente, Armando
Monteiro Neto (PTB), para governador, e João Paulo (PT), para senador. Todos
adversários no projeto político de Eduardo Campos.
Mesmo com o falecimento do
primo, em trágico acidente de avião em agosto, Marília Arraes manteve seu
posicionamento e participou ativamente dos atos de campanha de adversários do
PSB.
Agora, Marília deve se
filiar ao PT, para ser candidata à reeleição em outubro. Do blog do Jamildo 

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro