Uma confusão familiar na Rua Pedro Leite Monteiro no Bairro São Geraldo deixou uma criança com hematoma e uma mulher agredida no sábado 20 de março. A violência doméstica foi presenciada pela Guarda Municipal que acionou a Polícia Militar informando sobre o caso. Segundo informações, o acusado que é marido da vítima na tentativa de agredi-la arremessou uma cadeira que acabou acertando a filha do casal que teve a testa machucada. O policiamento se deslocou ao endereço citado e confirmou os fatos. O acusado e sua esposa foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Trindade onde foi elaborado um TCO e apresentado a ocorrência.

+ Sobre Trindade

Ainda nesse sábado (20/03) mais uma ocorrência de violência doméstica foi registrada na DPC de Trindade. dessa vez o caso aconteceu na Rua Almerinda Alves do Reis no Bairro Saraiva. Populares acionaram a Polícia informando que nesse endereço estava havendo pertubação do sossego. Ao se deslocar ao local, os agentes foram informados pela mulher que seu ex-companheiro teria entrado na sua casa embriagado vindo a perturbá-la. ” Eu pedi para que ele saísse de minha casa, mas ele disse que não ia embora” disse ao agentes. Diante da constatação, o policiamento conduziu o ex-companheiro e a vítima para a Delegacia local, ao chegar lá houve renúncia da parte agravada que não quis registrar queixa, porém, pediu medida protetiva.

Já no domingo 21/03, outros casos do mesmo agravante foram registrados. Na Rua Maria Nilza do Amaral no bairro São Geraldo, o policiamento encontrou uma vítima de agressão que estava com um corte na cabeça e sangrando muito. Aos agentes ela contou que o companheiro a empurrou e ela caiu e bateu com a cabeça no chão. O acusado foi encontrado e preso em flagrante, sendo encaminhado posteriormente à DPC de Ouricuri. A vítima foi levada para atendimento na UPA.

No Sítio Mandacarú, uma mulher acusa o companheiro de ter lhe agredido com várias pancadas em sua cabeça, momento em que para se defender pegou um prato e atingiu a cabeça do agressor. De acordo com a vítima, após cometer o ato o homem fugiu para o estado do Piauí. A Polícia investiga o caso.

Redação Araripina em Foco / Imagem: Reprodução