Mais 350 médicos, reforçam a rede pública de Pernambuco

Por - 13/06/2013

O prazo para que os profissionais comecem a trabalhar é de 60 dias. Em seu discurso, Eduardo Campos garantiu que o número de médicos contratados é suficiente para suprir a demanda atual. “Essa convocação é resultado de um estudo de técnicos da Secretária de Saúde”, disse o Governador, esclarecendo que a seleção previa a contratação 248 profissionais, mas houve um acréscimo de 102 médicos, devido às aposentadorias, licenças e exonerações.
O Interior de Pernambuco vai receber 168 profissionais, com destaque para as especialidades de pediatria (31 médicos), clínica médica (30) e cirurgia (30). Já na Região Metropolitana, as especialidades mais reforçadas são a terapia intensiva (34) e a clínica médica (31). “Fizemos essa contratação expressiva para nos ajudar a manter um serviço de qualidade”, completou o governador.

A posse desses convocados vai acontecer na Secretária de Administração. Na ocasião, os aprovados devem apresentar a cópia e original dos seguintes documentos: diploma ou declaração de conclusão de curso de medicina, carteira do Conselho de Medicina, carteira de identidade, CPF, título de eleitor, com comprovante da última eleição, certidão de nascimento e/ou casamento, certidão de reservistas para candidatos de até 45 anos, PIS/Pasep, comprovante de residência e carteira de trabalho.

DIVISÃO – Os médicos da Região Metropolitana foram distribuídos da seguinte maneira: Hospital Barão de Lucena (44 médicos),; Restauração (42); Otávio de Freitas (33); Getúlio Vargas (29); Agamenon Magalhães (21); Jaboatão Prazeres (4); Alcides Codeceira (3); Ulysses Pernambucano (3); Correia Picanço (2); e Geral da Mirueira (1).

Já no Interior, a divisão fica assim: Regional do Agreste, de Caruaru (43); Dom Moura, de Garanhuns (26); Jesus Nazareno, de Caruaru (23); Inácio de Sá, de Salgueiro (18); José Fernandes Salsa, de Limoeiro (16); Belarmino Correia, de Goiana (12); Emília Câmara, de Afogados da Ingazeira (11); Ruy de Barros Correia, de Arcoverde (10); Professor Agamenon Magalhães, de Serra Talhada (6); e Vicente Gomes de Matos, de Barreiros (3).