Lula discute hoje com Dilma crise e ajuste fiscal

Por - 17/09/2015
O ex-presidente Luiz
Inácio Lula da Silva desembarca nesta quinta-feira (17) em Brasília para
discutir a crise com Dilma Rousseff, num momento em que circulam novos rumores
sobre a saída dos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Joaquim Levy
(Fazenda) do governo. Lula tem sido intensamente procurado por políticos e
empresários apreensivos com a dificuldade do Planalto em encontrar saídas para
a instabilidade política e econômica. Muitos pedem a saída de Mercadante como
gesto de que o governo mudará por completo. O ministro, porém, é o fiel
escudeiro de Dilma e seu interlocutor mais próximo.
Contra rumores de que
havia colocado o cargo à disposição da chefe, Mercadante disse, sorrindo, a um
interlocutor: “Estou trabalhando feito um louco. Por acaso estou com jeito
de que pedi demissão?”. O ministro da Fazenda foi alvo das mesmas
especulações. Integrantes do governo afirmam que Levy tem apresentado sinais de
cansaço e incômodo com alguns recuos do governo em medidas do ajuste. Apesar da
insatisfação, porém, ele não teria demonstrado desejo firme de sair.
IMPEACHMENT
Lula vai sugerir a Dilma
que aproveite a reforma ministerial para dar novo sentido ao governo. O ideal é
colocar ministros com voto no Congresso para barrar qualquer tentativa de
abertura de processo de impeachment na Câmara.

Lula e Dilma estão
distantes. Na segunda (14), dia do anúncio do pacote fiscal, o petista foi
procurado por emissários de Dilma e informado de que a presidente queria
detalhar os cortes e a possível recriação da CPMF. Quando o contato foi feito,
porém, Lula já assistia, pela TV, à coletiva de imprensa de Levy e do ministro
do Planejamento, Nelson Barbosa.
(Da Folha de S.Paulo)