Lossio e os “erros” do PT que podem se voltar contra ele

Por - 16/05/2016
Se o prefeito de Petrolina
Julio Lossio (PMDB) passou boa parte da sua gestão sonhando com uma aliança com
o Partido dos Trabalhadores, o clima agora está muito mais para divórcio do que
para namoro entre as partes. As recentes declarações de Lossio sobre o PT
repercutiram mal entre as lideranças da legenda na cidade.
Quem mais deixou
transparecer isso foi o vereador Geraldo da Acerola, o qual disse que se o PT
“cometeu muitos erros” na gestão da presidente afastada Dilma Rousseff  – ao responder o comentário do prefeito –, o
partido também errou ao viabilizar recursos para a administração do
peemedebista.
É muito provável que a
partir de agora Lossio encontre obstáculos na Casa Plínio Amorim para conseguir
apoio dos dois petistas, o próprio Geraldo e sua colega Cristina Costa, a
projetos de lei de sua autoria enviados à Casa. O vereador deixou claro que o
partido, criticado por ter uma linha muito mais próxima com Lossio do que com a
oposição, sempre teve uma postura “independente”, aprovando o que era de
interesse da população.

Agora, então, esse
posicionamento deverá ser ainda mais criterioso. Exemplo disso foi visto
recentemente, quando Cristina Costa colocou uma emenda ao projeto de
regularização fundiária da zona norte, sob a justificativa de que o Executivo
queria se beneficiar com a prerrogativa de negociar ao seu bel prazer algumas
áreas remanescentes do Bairro Mandacaru. Lossio vetou a emenda, mas perdeu feio
na Casa. E isso pode ser só o começo do que os petistas poderão fazer. Do Carlos Brito