Juíza não vai mais interferir em decisões sobre entrevistas de Lula, determina desembargador

A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções penais e responsável pelas decisões sobre a custódia de Lula, não poderá mais julgar se um jornalista pode ou não entrevistar o ex-presidente —desde que ele queira.

A decisão é do Tribunal Regional da 4ª Região.

O desembargador João Pedro Gebran Neto determinou que a autorização do ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), para que a Folha e o El País entrevistassem Lula deve ser estendida a todos os meios que “postulem esse direito” —sem passar pelo crivo de Lebbos.(Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo)