Jarbas Vasconcelos diz que voto dos indecisos deve ser pelo impeachment de Dilma

Por - 08/04/2016
Foto: Twitter Jornal do Commercio
Favorável ao impeachment
da presidente Dilma Rousseff, o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB)
disse, em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta sexta-feira (8), que o voto
dos indecisos na Câmara dos Deputados deve ser pelo impedimento da petista.
“Lógico que se o impeachment fosse hoje as oposições não teriam esse número, mas
se chega lá”, disse Jarbas.
Durante a entrevista o
pernambucano também criticou a posição do presidente da Câmara dos Deputados,
Eduardo Cunha (PMDB), que pretende marcar a votação para o dia 17 de abril, um
domingo, para coincidir com uma possível manifestação em frente ao Congresso e
permitir uma maior audiência televisiva que poderia constranger os contrários
ao impeachment.
“Sou contra a votação do
Impeachment no domingo. Pra que votar no domingo? Pra atender Cunha? Não é para
ser espetáculo, deve ser feito dentro da liturgia da Casa, de segunda a
sexta-feira.”
Jarbas ainda criticou a
convocação de novas eleições como solução para a crise política enfrentada pelo
País. “Sou contra puxar eleições para agora. Não se resolve. E também acho que
se tivesse eleições hoje, não teria dificuldade de renovar meu mandato”,
ressaltou.
A convocação de novas
eleições como solução para a crise política tem sido defendida por setores do
PT e articulada, segundo reportagem publicada pelo jornal “Folha de S. Paulo”,
por partidos como o PSB, PPS e Rede. Na última segunda-feira, o senador Valdir
Raupp (PMDB-RO) afirmou que a ideia seria antecipar as eleições gerais
previstas para 2018 para 2016, juntamente com as eleições municipais de
outubro. Do Jamildo