Janot pede prisão de Cunha, Renan, Sarney e Jucá por tentarem barrar Lava Jato

Por - 07/06/2016
O procurador-geral da
República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do
presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do ex-presidente da República
José Sarney (PMDB-AP) e do senador Romero Jucá (PMDB-RR) por tentarem barrar as
investigações da Operação Lava Jato. A informação é da edição desta terça-feira
do jornal O Globo.
No pedido, que está com o
ministro Teori Zavascki há pelo menos uma semana, Janot também pediu o
afastamento de Renan da presidência da Casa. Os argumentos, de acordo com o
jornal, são similares aos apresentados contra o presidente da Câmara dos
Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que o tirou da presidência da Casa e do
mandato de deputado federal.

A trama contra a Lava Jato
foi gravada pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Nas captações,
Renan sugere mudar a lei para inibir a delação premiada, ao passo que Jucá descreve
uma articulação política dele e de outros líderes para derrubar a presidente
Dilma e, a partir daí, “estancar a sangria da Lava Jato”. Leia mais>>>