O município de Ipubi no Sertão do Araripe está comemorando 59 anos de emancipação política com conquistas e desafios em um tempo de pandemia.

A cidade originou-se da Fazenda Poço Verde, no sopé da Chapada do Araripe. O povoamento foi intensificado a partir de 1938, quando iniciou a feira livre local.

Pertencente ao município de Ouricuri, o distrito de Ipubi foi criado a 31 de dezembro de 1943. Tornou-se município autônomo através da lei estadual nº 3.340, datada de 31 de dezembro de 1958, sendo instalado a 1 de março de 1962, tendo como 1º prefeito o farmacêutico Antônio Rodrigues Lucena. Administrativamente, o município é formado pelo distrito sede e pelos povoados de Serra Branca e Serrolândia.

Anualmente, no dia 2 de março Ipubi comemora a sua emancipação política. O padroeiro da cidade é Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

O topônimo Ipubi provém do tupi ipu-obi = poço ou fonte verde, quando ocorreu a Reforma Administrativa do Estado que criou o distrito de Ipubi.

Turismo em Ipubi

Localizado ao sopé da grande Chapada do Araripe possui um ambiente propício para a realização de trilhas ecológicas e diversas fontes de água são encontradas ao longo de seu território, sendo o distrito de Serra Branca uma referência para a região nesse recurso natural. Várias cidades da fronteira com o Ceará costumam comprar água do distrito. Já em Serrolândia o turista encontra farinha de mandioca de alta qualidade e locais onde se hospedar e curtir com a família. À noite a temperatura é mais amena e o friozinho já faz parte desses dois distritos Ipubienses. Outra característica de Serrolândia está nos ventos que são constantes durante o dia e que no futuro podem trazer recursos financeiros e fortalecer a economia local. Água em abundância em baixo da terra e vento sobrando no ar são duas combinações perfeitas para a economia desses dois distritos e que fortalece ainda mais a cidade de Ipubi.

Problemas enfrentados

Entre os problemas enfrentados pelo município está o desgaste da rodovia PE 630 que dá acesso a cidade. O meio ambiente local foi afetado consideravelmente pelo pó das fábricas de gesso. O índice de desenvolvimento humano ainda é considerado baixo pelo IBGE. Outros por menores ainda fazem parte do cotidiano como as questões sociais como alcoolismo e gravidez na adolescência entre jovens e a falta de mais empregos em outros setores,s endo o gesso quase que a única fonte de trabalho, condição que tem levado muitas pessoas a abandonar a cidade e ir tentar melhores condições de vida na região sudeste.

Parabéns Ipubi

Nessa data especial queremos desejar desenvolvimento econômico e muita prosperidade para essa cidade. Que seja ainda mais um município com uma indústria de mineração forte e que cresça baseado nos valores humanistas e solidário com equida e justiça para com sua população. Parabéns.

Redação AF News / Imagens: Reprodução