Ibama apreende quase 100 kg de pescado ilegal no Sertão de PE

Por - 08/01/2016
Do G1
A Polícia Militar e o Instituto Brasileiro do Meio
Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) apreenderam na quinta-feira
(7) 98 quilos de peixe na comunidade de Açude Saco II, na Zona Rural de Lagoa
Grande, no Sertão pernambucano. A pesca durante a piracema, ou seja, a
reprodução dos peixes, é considerada ilegal.
O material estava com o pescador aposentado e sua
esposa, que também é pescadora. Ela recebia o seguro-desemprego. Ele
comercializa o pescado na feira da Areia Branca em Petrolina, também no Sertão.
A PM chegou até o local após uma denúncia anônima. O homem pescava em açudes
com malha não permitidas.
Os peixes apreendidos eram das espécies piabas,
traíras, piaus três pintas, traíras, além de filhotes de curimatã. Parte do
pescado já estava em um freezer dentro da casa. O homem foi levado para a
Delegacia de Polícia Civil de Petrolina, que acionou o Ibama.
O pescador aposentado pagou fiança e multa no valor de
R$ 2.700,00. Os materiais de pesca, como as redes, encontrados com ele foram
apreendidos. Um inquérito foi aberto para apurar a irregularidade e o pescador
ainda será convocado judicialmente pelo Juizado Especializado em Meio Ambiente.

Os peixes apreendidos foram doados para a Casa de
Recuperação Evangélica Livres Para Servir (CRELPS), um abrigo de mulheres
vítimas de violência localizado em Petrolina, nesta sexta-feira (8).