Após um ano do início da pandemia, a população experimentou forte restrição e hesitação no acesso às ações do cuidado em saúde bucal. Associada ainda a mudanças nos padrões alimentares e de higiene oral, observa-se um agravamento nas condições de saúde bucal, implicando na integridade dos dentes e gengivas das pessoas.

Neste sentido, a Coordenação Estadual de Saúde Bucal, somando esforços no enfrentamento da pandemia, a partir desta semana intensificou as ações da Odontologia Hospitalar, ampliando e interiorizando nas Unidade de Referência para Covid-19 as ações do cuidado em saúde bucal na UTI dos hospitais regionais Emília Câmara, em Afogados da Ingazeira, e Regional Inácio de Sá, em Salgueiro. As próximas unidades a serem contempladas são Hospital Agamenon Magalhães (HAM) e Geral de Areias (HGA). 

De acordo com o coordenador de Saúde Bucal da SES-PE, Paulo César Oliveira Santos, as dificuldades na higiene bucal favorecem a proliferação de bactérias na gengiva, disparando uma resposta do próprio corpo, que gera inflamação. E quando nada é feito, os danos podem se estender para os tecidos de suporte dos dentes causando a periodontite, uma inflamação sistêmica, que para além da boca, está associada a doenças cardíacas e respiratórias, diabetes e obesidade, com aumento dos níveis sanguíneos de biomarcadores associados a piores desfechos da doença ao maior risco de admissão na UTI, necessidade de ventilação assistida e podendo levar ao óbito pacientes com Covid-19.

Saúde Bucal – Estimular a adoção de hábitos saudáveis básicos e essenciais à saúde, como a higiene oral pela escovação dos dentes, até a prevenção de traumas de face e câncer de boca. Essas são algumas das atribuições da Coordenação de Saúde Bucal, que busca ampliar o acesso da população a ações e serviços que garantam as linhas de cuidados necessários aos ciclos de vida para um sorriso saudável. Na prática, a pasta é responsável pela assessoria técnica e pela capacitação das equipes de saúde bucal dos municípios, que trabalham de forma integrada com as políticas e programas nacionais. A Coordenação também acompanha as ações realizadas na atenção primária e na secundária realizadas nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs).

SES PE