Governo conta nos dedos os verdadeiros aliados

O núcleo de governo mais próximo de Jair Bolsonaro avalia que o presidente não tem tido o apoio da maioria de seus ministros na batalha das redes sociais. Os que o defendem podem ser contados nos dedos.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, que no passado recente era considerado “ingrato”, agora acumula pontos ao defender Bolsonaro nas redes.

No domingo (6), ele criticou reportagem da Folha que revelou que um depoimento e uma planilha obtidos pela Polícia Federal sugerem que recursos de esquema de candidaturas laranjas do PSL podem ter abastecido a campanha do presidente por meio de caixa dois.

O secretário Fabio Wajngarten, da Comunicação Social, também saiu em defesa de Bolsonaro. Os dois, e mais o ministro da Educação, Abraham Weintraub, são considerados exemplos raros dos que defendem o chefe

Folha de S. Paulo – Por Mônica Bergamo