Governadores enviam carta ao governo federal pedindo ajuda para enfrentar o coronavírus

16/09/2019. Credito: Divulgacao. Paulo Camara durante reuniao com governadores nordestinos, no Rio Grande do Norte, em encontro promovido pelo Consorcio Interestadual de Desenvolvimento do Nordeste.

O agravamento da crise provocada pelo avanço do novo coronavírus levou os governadores dos 26 estados e do Distrito Federal a encaminharem, nesta quinta-feira (19), ao governo federal uma carta pedindo medidas emergencias de combate à doença. Eles também divulgaram o documento para tornar púlico “a imperiosa necessidade da implementação de medidas emergenciais” pelo governo federal para conter os efeitos do novo coronavírus.

Para justificar a medida, os gestores alegam o “contínuo” aumento das despesas com a saúde pública e a queda na arrecadação tributária dos estados e Distrito Federal. “Solicitamos a celére adoção das providências (seis reinvindicações), a fim de garantir o enfrentamento exitoso e tempestivo dos desafios sanitários e econômicos que se apresentam”, destaca o texto que é subscrito por todos os governadores.

As medidas solicitadas pelo grupo incluem a liberação de recursos para melhorar a estrutura da rede pública de saúde, a exemplo das emergências hospitalares com a compra de “kits coronavírus” e equipamentos, além da criação de novos eleitos e conclusão de obras no segmento. 

Também consta isenção da dívida pública, reforço financeiro para auxiliar na queda da arrecadação dos estados, além de outras medidas para ajudar os gestores no enfrentamento da doença.

“Neste momento de elevada inquietação, em que o diálogo e a comunhão de esforços se tornam ainda mais necessários, contamos com a sensibilidade do governo federal para superação da crise que enfrentamos”, justificam os gestores na carta.

Diário de PE / Imagem: Reprodução