O Fórum dos Governadores do Brasil vai se reunir com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na quarta-feira (17) para tratar de vacinas contra a covid-19. O encontro foi anunciado pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT).

Há diversos temas em pauta, como o cronograma de entrega de vacinas, de responsabilidade do Ministério da Saúde; as negociações para compra de doses da Sputinik V e da Covaxin; e a MP que exige que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorize o uso emergencial de vacinas que já tenham aprovação internacional em até cinco dias.

Também deve ser discutido o aumento dos preços dos medicamentos e o pagamento de UTIs exclusivas para pacientes com covid-19. O governador Wellington Dias foi quem citou os tópicos.

Um dos temas, a sanção da MP dos cinco dias de prazo para a Anvisa, é motivo de entrave. O presidente da Câmara, Arthur Lira, é favorável que a agência tenha este prazo para liberar vacinas para uso emergencial. Já o presidente da própria Anvisa, Antonio Barra Torres, considera grave a medida.

Ressalta-se que o ministro Pazuello, protagonista da reunião de quarta (17), é investigado pela condução no enfrentamento da pandemia de covid-19. Pazuello substituiu os ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, após ambos travarem discordâncias com o presidente Jair Bolsonaro.

Jornal de Brasília / Imagem: Reprodução