FBC nega reeleição e prega palanques múltiplos em PE

28/07/2021 18h51

Numa conversa, há pouco, em Caruaru, com este blogueiro, o líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), negou que tenha planos de entregar o cargo para ficar mais livre na intenção de se empenhar com mais vigor na pré-campanha do seu filho Miguel, prefeito de Petrolina, a governador nas eleições do próximo ano.

“Isso nunca passou pela minha cabeça e o presidente sabe disso”, afirmou. FBC defende a tese de que o presidente, em razão da força de Lula no Nordeste, especialmente em Pernambuco, tenha múltiplas candidaturas a governador no Estado. “Gostei da resposta do presidente, ontem, em sua entrevista, quando disse que Gilson Machado pode ser candidato a senador e não a governador”, destacou.

“Porque – acrescentou – o presidente está consciente de que em Pernambuco sua tendência é admitir múltiplas candidaturas a governador para derrotar Lula, porque aqui teremos o palanque de Ciro, de Dória ou Eduardo Leite e, provavelmente, de Datena”, afirmou. Isso, segundo FBC, pode juntar forças para Bolsonaro num eventual segundo turno contra Lula.

Falando para o jornalista Tavares Neto, da Rádio Cultura, FCB disse que está descartada a sua candidatura a senador e a deputado federal. Não sou candidato à reeleição. O meu projeto, hoje, é unir as oposições, seja com meu filho governador, Raquel Lyra (prefeita de Caruaru) ou Anderson Ferreira (prefeito de Jaboatão)”, disse o líder bolsonarista no Senado.

Sobre o Autor

Araripina em Foco