Ex-ministro de Dilma é preso pela Polícia Federal

23/06/2016 14h12
Do Folhapress
O ex-ministro Paulo Bernardo foi preso na manhã desta
quinta-feira (23) em uma operação da Polícia Federal realizada em parceria com
a Lava Jato. A informação foi confirmada pela defesa do petista. Ele foi detido
em Brasília, no apartamento funcional da esposa, a senadora Gleisi Hoffmann
(PT-PR).
O caso teria relação com os desdobramentos da Lava
Jato, que apura um esquema do chamado “Fundo Consist”, empresa que
teria atuado no desvio de recursos de empréstimos consignados do Ministério do
Planejamento – que era comandado por Paulo Bernardo.
Também é alvo de buscas a sede nacional do PT, em São
Paulo. Ao chegar ao local, a polícia só encontrou porteiros, já que os funcionários
chegam às 8h30.
Advogados já foram acionados pelo partido para tentar
acompanhar a operação. O presidente do PT, Rui Falcão, está embarcando para
Brasília e deve manter a viagem.

Há fortes rumores de que ao menos um diretor do blog
Brasil 247, tido como alinhado ao PT, também deve ser alvo da operação. Os
próprios profissionais da página estão telefonando a advogados e amigos
alertando sobre a possibilidade.

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro