O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que está notificando 1,84 milhão de aposentados e pensionistas cujos benefícios têm indícios de irregularidades. O número representa crescimento de aproximadamente 1.350% em comparação ao ano passado.

Se confirmadas as irregularidades, a medida pode resultar na suspensão de pagamentos. O INSS revelou nessa quarta-feira (04/12/2019) que interrompeu, de agosto até agora, 261 mil benefícios em todo país.

A caçada a irregularidades faz parte do pente-fino do INSS, previsto na Medida Provisória nº 871. O sistema verifica automaticamente a folha de pagamentos dos 35 milhões de beneficiários.

Como saber se caí no pente-fino?
Beneficiários que caírem no pente-fino automático serão notificados por meio de carta, com aviso de recebimento. Quem está cadastrado no Meu INSS também pode ser comunicado quando entrar no sistema com a senha.

Fui notificado. Qual o primeiro passo?
O segurado terá 30 dias para agendar o atendimento em uma agência. Esse agendamento pode ser feito pelo telefone 135 ou no site Meu INSS.

O que devo apresentar?
No local, o cidadão deverá apresentar a documentação solicitada para a correção da falha que gerou a convocação.

Posso recorrer à Justiça?
Sim. O segurado contará com mais 30 dias para apresentar a defesa. No caso do trabalhador rural, o prazo é de 60 dias. Somente após o esgotamento deste prazo é que o benefício será cortado.