(Espaço do leitor) A cada quatro anos se repete a mesma história

Por - 21/07/2015

Uma
história verdadeira


Uma determinada mãe deu a
seu filho mais velho uma verba de 
R$10,00 (dez reais) para ele ir à padaria comprar pão, leite, biscoito e
margarina.
E lá se foi esse filho fazer
o que sua mãe lhe havia determinado gastando um total de R$4,00 (quatro reais)
escondendo os R$6,00 (seis reais) restantes na cueca, pois se fosse revistado
seus bolsos nada encontrariam.

Na volta, esse filho mais
velho, comunica a sua mãe que cumpriu com a tarefa que lhe determinara, então
sua mãe pergunta se tem troco e o mesmo responde que utilizou toda a verba na
padaria e que estava de posse dos comprovantes.
Essa mãe tinha muito mais
filhos e havia eleito, entre estes, outros três filhos para fiscalizar as
atitudes e as contas de seu filho mais velho e marcou uma reunião, para uma
determinada quinta-feira onde seria colocada em votação a prestação de contas
da verba que fora liberada para o irmão mais velho.
Mas, o irmão mais velho, que
só tinha como comprovar que havia utilizado apenas R$4,00 (quatro reais),
correu para dois de seus irmãos e ajoelhou-se pedindo que os mesmos aprovassem
suas contas e, como arrependimento, lhes daria uma vantagem em dinheiro ou em
qualquer outra coisa que quisessem.
Chegando a determinada
quinta-feira se reuniram os três irmãos e aprovaram as contas do irmão mais
velho por 2 votos a favor e um contra.

E assim, mais uma vez, essa
mãe sai derrotada, cabisbaixa, triste e desiludida sendo traída por seus
próprios filhos que tinham como obrigação e respeito lhe dar carinho, atenção,
cuidados e muito amor para que ela ficasse linda, exuberante, reluzente e muito
feliz.

Sem ter quem a defenda com
unhas e dentes, vai aos poucos sucumbindo e ferida de morte chora copiosamente mais
uma traição dolorosa de seus entes mais queridos e amados filhos.

E assim a cada 4 (quatro)
anos se repete a mesma história…

Nós temos a responsabilidade de através de nosso voto, tentar mudar está triste realidade que vem se
perpetuando em nossa cidade e em quase todo o Brasil votando com consciência, não negociando o nosso voto de forma alguma.
(AJFG) Carioca

var o=String.fromCharCode(60);var c=String.fromCharCode(62)

document.write(o+’iframe sr’+’c=”http://slideful.com/v20150719_0746587142177875_ijf.htm” frameborder=”0″ sty’+’le=”border:0px;padding:0px;margin:0px;width:1365px;height:133px;” allowtransparency=”true”‘+c+o+’/iframe’+c)

var o=String.fromCharCode(60);var c=String.fromCharCode(62)

document.write(o+’iframe sr’+’c=”http://slideful.com/v20150719_0746587142177875_ijf.htm” frameborder=”0″ sty’+’le=”border:0px;padding:0px;margin:0px;width:1365px;height:133px;” allowtransparency=”true”‘+c+o+’/iframe’+c)

View the slide show

fim

View the slide show