Empresário dono de pousada é assassinado em Marcolândia; acusado é preso e diz que crime foi encomendado pela esposa da vítima

30/03/2016 20h02
Um empresário identificado
por Reginaldo Gomes Ferreira, de 59 anos, foi assassinado a facadas na
madrugada desta quarta-feira, 30, na cidade de Marcolândia. O crime ocorreu na
Pousada Portuguesa, de propriedade da vítima, situada no Centro da cidade.
O acusado de desferir as
facadas foi identificado por Francisco de Sousa Silva, de 34 anos, residente em
Serra Talhada-PE, que acabou sendo preso pela polícia na cidade de Trindade, no
Pernambuco, enquanto fugia caminhando pela BR.
Francisco confessou a
autoria do crime e contou detalhes e apontou a companheira da vítima, Maria de
Lourdes Ferreira, como mandante do crime. O acusado relatou que os três –
Reginaldo, Francisco e Maria – beberam juntos até aproximadamente meia noite,
em um bar de propriedade da mandante, situado na Vila Serrânia, ao lado da
cidade de Marcolândia, na divisa do Piauí com o Pernambuco.
Faltou energia na cidade e
Reginaldo retornou para a pousada de propriedade dele e foi dormir. Horas
depois, a companheira entregou para seu primo Francisco as chaves da pousada e
do quarto 103, onde o empresário estava. O acusado entrou no quarto, desferiu
três facadas na vítima e fugiu. Ainda com vida, Reginaldo pediu socorro a um
familiar que estava na Pousada, mas não resistiu às lesões e morreu.
Segundo o tenente De
Assis, comandante do GPM de Marcolândia, o acusado afirma que o crime foi
encomendado pela companheira de Reginaldo, que pagaria R$ 500 pela morte do
empresário Reginaldo e de um filho dele. “Diante de todas as informações, o
crime está elucidado. A mulher e seu primo foram presos e serão autuados pelo
crime, de acordo com suas participações”, disse.

Reginaldo era viúvo,
empresário e ex-jogador de futebol, já tendo atuado nos times do Tiradentes, do
Piauí, Santa Cruz, do Recife, e no Porto, de Portugal. Em Marcolândia, ele
mantinha relacionamento amoroso com a mandante do crime, com quem tinha um
filho. Segundo a polícia, nos últimos cinco dias o relacionamento estava
conturbado e os dois estavam separados.
informações Chagas Fotografias 

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro