Uma mulher teve a casa invadida neste domingo (07/03) na cidade de Araripina, Sertão de Pernambuco. A vítima foi acusada de traição pela agressora, já que a mesma segundo a suspeita, teria tido um caso com seu marido.

De acordo com o Boletim de Ocorrências, o caso ocorreu na Rua Pedro José Rodrigues, centro do município e foi deslocada uma guarnição da GT-9.800 para averiguar a situação. Ao chegar no local tomaram o depoimento da vítima que relatou que estava em casa quando a agressora entrou sem permissão na residência e desferiu socos e empurrões nela com a acusação de que ela teria um caso com seu marido. Por outro, lado a mulher agredida usou uma faca, um martelo e uma chave de fenda para se defender. No entanto, o efetivo não conseguiu localizar a outra parte envolvida. Buscas foram feitas e até o momento a agressora não foi encontrada. Já a vítima foi levada para prestar queixa na Delegacia de Polícia Local onde foi apresentada a ocorrência.

Confira outras notícias do domingo em Araripina

Homem é levado à DPC acusado de tráfico de entorpecente

Policiais Militares receberam uma denúncia de que no Sítio Santa Rosa estava havendo comercialização de entorpecentes. A equipe Malhas da da Lei foi responsável pela entrega dessas informações que levaram a identificação de um homem suspeito da prática. De acordo com os agentes que foram até o local e fizeram o flagrante, o envolvido confessou a notícia crime e que teria recebido uma quantidade de 332 gramas de maconha que seriam repassadas para outra pessoa. Diante disto ele foi levado para a DPC onde foi apresentado o caso e registrado um TCO.

Dois homens são acusados de atirar em residência no Bairro Cavalete I

Um morador da Rua Senador Nilo Coelho, bairro Cavalete I, procurou a delegacia do município de Araripina nesse domingo para denunciar que dois homens em uma motocicleta teria chegado em frente a sua residência e efetuado disparos de arma de fogo em direção da casa e também teriam atirado para o ar. A central de Rádio acionou uma guarnição relatando o fato e estes saíram em diligência para tentar encontrar os acusados, não sendo possível localizá-los. Diante disto o efetivo voltou a casa do denunciante e o levou de volta a DPC para melhores esclarecimentos. Um inquérito foi instaurado para investigar.

Redação AF News / Fonte: 9ª CIPM / Imagem: Reprodução