Sobre a pesquisa em Olinda, apontando promessa de uma boa disputa entre o prefeito Lupércio e o ex-prefeito do Recife, João Paulo, reproduzo avaliação de Zeca Martins, responsável pelo Instituto Potencial: “Exatamente uma semana atrás, a parceria entre a Potencial e o Blog do Magno se concretizava com a divulgação dos resultados da pesquisa sobre o cenário eleitoral 2020 em Jaboatão dos Guararapes, o segundo maior colégio eleitoral de Pernambuco.

Ontem, apresentamos para a população pernambucana, em especial para os olindenses, a avaliação do panorama em Olinda, o município com o terceiro maior número de eleitores do estado. Nas duas cidades os gestores municipais buscam a reeleição, no entanto, de antemão, antecipamos que o quadro é diferente. Em Jaboatão, o estudo realizado mostrou que o prefeito Anderson Ferreira conseguiu desenvolver uma gestão que deixou encaminhada a reeleição.

Já em Olinda, os resultados indicam que a avaliação da administração do prefeito Professor Lupércio pode ser considerada boa (32% ótima ou boa e 26% regular), mas não encanta a ponto de consolidar uma diferença que lhe dê segurança para um segundo mandato. Além do que, a pesquisa revela como principal adversário nessa corrida o deputado estadual João Paulo, que tem no currículo a experiência muito bem sucedida de ter sido gestor da capital pernambucana por 8 anos consecutivos, e mesmo tendo anunciado que irá concorrer à eleição para prefeito de Olinda há pouco tempo, já abarca 21% da intenção de voto do eleitorado.

Os principais resultados da pesquisa que avalia o cenário eleitoral em Olinda, neste momento, indicam que a corrida para a sucessão da gestão municipal está aberta e caminha para um pleito em dois turnos. Os números das intenções de voto espontâneas e estimuladas corroboram esta tendência. Em uma primeira abordagem, quando não são apresentados os nomes dos pré-candidatos, quase metade dos entrevistados (48%) diz não saber em quem votar, e mesmo quando são citados, 21% ainda diz não ter uma definição.

Na avaliação estimulada, tanto o prefeito Professor Lupércio como o Deputado Estadual João Paulo crescem 9 pontos percentuais em relação a espontânea, respectivamente, 25% para 34% e 12% para 21%. Para o ex-prefeito do Recife significa um crescimento de 3/4. Quando consideramos apenas os votos válidos, o prefeito fica com 41% da preferência contra 25% do deputado.

Mantendo a análise nos dois pré-candidatos com maior preferência entre os eleitores (os demais juntos somaram 7%), não existe diferença estatística entre os potenciais eleitorais de ambos, isto é, aqueles eleitores que votariam com certeza ou poderiam votar neles. Podemos considerar uma igualdade técnica por conta da margem amostral da pesquisa (4%). O potencial eleitoral do prefeito Lupércio é de 49% e do deputado João Paulo 45%. O mesmo acontece com o índice de rejeição, 47% (prefeito) e 42% (deputado). Entre as esferas governamentais, os municípios são os que têm maior responsabilidade de lidar com o cenário local para prevenção à COVID-19.

Neste sentido a pesquisa também avaliou as ações que os governos federal, estadual e municipal estão desenvolvendo no combate à doença. Para os eleitores olindenses a administração do Governador Paulo Câmara é a que tem a maior aprovação (52%), seguida pela do Prefeito Lupércio (46%). A administração do Presidente Jair Bolsonaro tem menor índice de aprovação com 30%.

A Potencial entrevistou por telefone 600 eleitores em 32 bairros / localidades de Olinda nas 10 regiões político-administrativas oficiais definidas pela Prefeitura. É uma amostra significativa e representativa do universo pesquisado (eleitores), que nos permite uma interpretação com nível de confiança de 95% e margem amostral de 4 pontos percentuais.

Por fim, ao longo dos próximos dias vamos nos aprofundar ainda mais nos resultados e divulgaremos novas análises sobre esta disputa que promete ser acirrada. Afinal, o atual prefeito ainda tem tempo para trabalhar e mostrar o que vem fazendo e o deputado tem em seu currículo a experiência de uma excelente gestão à frente da capital pernambucana”.

Blog do Magno Martins/coluna diária