Durante ato público, Lula sinaliza que pode não disputar as eleições de 2018

Por - 08/06/2016
Em ato no Rio na noite
desta segunda-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sinalizou que
não está disposto a disputar as eleições presidenciais de 2018, ressaltando que
ainda é cedo para discutir esse assunto. Ele reconheceu ainda que a presidente
afastada Dilma Rousseff cometeu “equívocos”, mas disse querer que ela recupere
seu mandato justamente para corrigir esses “erros”.
— Eles estão tentando
fazer toda essa desgraceira, me atacando, divulgando meus telefonemas, é medo
de eu voltar. Eu queria dizer para vocês que é muito cedo para discutir 2018.
Tem muita gente boa, muita gente nova, e eu já estou na idade de me aposentar —
disse ele, em ato contra o governo interino de Michel Temer e em defesa das
empresas públicas.

Mesmo sendo investigado
pela Operação Lava-Jato, Lula é o nome mais forte do PT para disputar as
eleições. As alternativas apontadas no partido são o prefeito de São Paulo,
Fernando Haddad, e o ex-ministro Jaques Wagner. O primeiro precisa ser reeleito
e os dois, citados em depoimentos de investigados, precisam sobreviver à
Lava-Jato. (Do Jornal O Globo)