Infelizmente o Hospital de Campanha de Ouricuri registrou nesse sábado, 20 de março, duas mortes de pacientes internados na unidade com quadro grave da doença a espera de leito de UTI.

Essas foram as primeiras mortes desde a implantação do Hospital de Campanha em Ouricuri.

De acordo com apuração, uma mulher de 78 anos, identificada pelas iniciais de M. P .S, que residia na Cova do Anjo, zona rural de Ouricuri, teve parada cardíaca e não resistiu.

Um homem de prenome A. V. 59 anos, residente no Residencial São Sebastião, em Ouricuri, também faleceu neste sábado, dia 20 com infecção generalizada quando aguardava transferência desde a quinta-feira, dia 18.

Segundo informes, a direção da unidade já havia conseguido colocá-lo na regulação, momentos antes da transferência, ele foi a óbito.

No final do dia, mais 7 pessoas estavam em estado grave na unidade e 2 transferências de pacientes acometidos da doença, internados, estavam sendo realizadas.

A direção da unidade alerta para os cuidados com o distanciamento, higienização das mãos e evitar sair de casa sem necessidade, pois não há leitos de UTI disponíveis e os sintomas da variante são mais graves e afeta pessoas de todas as idades.

INFORMAÇÕES DO BLOG RADAR DE NOTÍCIAS