Os municípios que compõe o Sertão do Araripe possuem diversas características em comum, assim como, divergências que persistem até os dias atuais em uma disputa visando o crescimento e desenvolvimento econômico. Nessa segunda-feira abordaremos algumas dessas particularidades que ocorre aqui na região, destacando a importância histórica de cada distrito para a formação das 10 cidades.

Ouricuri X Araripina

Um exemplo de uma disputa histórica acontece justamente com as cidades de Araripina e Ouricuri, que são as duas principais entre as dez da região do Araripe. Sendo que Araripina era distrito de Ouricuri, ao ser emancipado se desenvolveu e ultrapassou a cidade mãe em número de habitantes. Porém, ambas possuem uma economia paritária e desfrutam de um comercio variado e forte conseguindo atrair pessoas de outras regiões. O que nunca houve entre as duas cidades foi a aceitação de quem é a Capital do Araripe. Um título honorífico que é disputado e há quem não abre mãe dele.

Granito X Bodocó

Bodocó era distrito do Granito, porém, se desenvolveu e cresceu em número de habitantes e nisso criou-se uma situação inversa. Granito passa a ser distrito de Bodocó. Só anos depois é que houve a separação de ambas a cidades. Uma curiosidade entre elas é a disputa pela economia de derivados do leite. Nessa corrida ainda entra para competir o município de Exu, as três cidades possuem um mesmo arranjo econômico e seus distritos estão interligados.

Gergelim X Nascente

Outra disputa épica que temos aqui no Sertão é entre os distritos de Gergelim e Nascente, sendo que um distrito não queria ser submetido ao outro caso houve-se uma emancipação do Nascente. Há quem relate que os moradores de ambos os distritos não chegaram a um acordo sobre o tema. E nisto até os dias atuais ainda há quem se estranhe quando se fala no assunto.

Moreilândia x Caririmirim

Há quem diga que, os moradores de Caririmirim detestam quando alguém menciona que o distrito faz parte de Moreilândia. Segundo fontes, há um desconforto entre moradores da sede e do distrito. Inclusive serviços e outros assuntos pessoais são resolvidos na cidade de Crato no Ceará. E esse desentendimento já dura alguns anos.

O que chama atenção apesar das divergências encontradas nessas cidades e distritos é que a região se desenvolve por igual, independente da localização e da instalação de serviços, um município só existe graças ao seu antecessor. E a população encontra em cada um dessas cidades aquilo que falta na terra em que vive. Os produtos produzidos pelas dez cidades são comercializados aqui na região. E o dinheiro fica distribuído de forma descentralizada. Essa dinâmica de disputa foi o fato que determinou o crescimento de distritos e cidades.

Entre os diversos distritos encontrados aqui no Sertão do Araripe quatro destes querem a emancipação, sendo eles, Serrolândia , Nascente, Morais e Barra de São Pedro. Cabendo apenas a disponibilidade do estado através da Assembléia Legislativa bem como a aceitação dos municípios sede para que haja a tão sonhada elevação de categoria.

Entre as cidades, o destaque fica para Araripina, Bodocó e Ouricuri em termo de população e crescimento econômico. Em seguida vem Trindade e Ipubi. Exu, Granito, Santa Cruz e Santa Filomena ainda estão em fase de desenvolvimento com grande potencial de acompanhar as três primeiras colocadas.

Redação AF News / Imagem: Reprodução