Dilma e Temer lamentam atentado contra boate gay nos Estados Unidos

13/06/2016 17h41
A presidente afastada
Dilma Rousseff (PT) e o presidente interino Michel Temer (PMDB) lamentaram o
atentado terrorista contra uma boate gay nos Estados Unidos na noite de sábado (11) que deixou 50 mortos. Ambos usaram a rede social Twitter para
manifestar apoio às famílias que perderam pessoas no ato.
“Quero lamentar
enormemente a tragédia nos Estados Unidos que vitimou dezenas de
norte-americanos. Expresso a solidariedade brasileira às famílias das vítimas
desse  atentado”, disse Michel
Temer.

Dilma, por sua vez,
lembrou os momentos de intolerância que a sociedade em geral enfrenta
ultimamente. “Estamos vivendo momentos terríveis, tempos de preconceito e
intolerância que ceifam vidas humanas. Vamos juntos lutar contra esta barbárie.
Meus sentimentos às famílias das vítimas, ao presidente Barack Obama e ao povo
dos Estados Unidos”, disse a petista.

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro